ugg boots sale nike free 4.0 flyknit louis vuitton neverfull nike free run new balance schweiz ray ban clubmaster moncler skijacke canada goose herren lacoste schweiz ugg boots schweiz polo ralph lauren schweiz nike free flyknit ray ban outlet fred perry schweiz tommy hilfiger poloshirt barbour jacken woolrich arctic parka louis vuitton taschen louboutin zürich nike huarache

Poveb centenário

“Este Poveb é centenário”, disse o poeta Rinaldo Leite por ter sido a edição de hoje a 100ª. E não poderíamos ter melhor dia para recebermos a visita dos alunos do curso de Letras da FEUC, trazidos pelo professor e poeta Erivelto Reis, para o lançamento do livro deles “Vozes em construção”. Sabendo-se que essa presença foi capaz de produzir, junto aos poetas que frequentam o Poveb, um sarau singular, com momentos de muita emoção decorrentes da qualidade dos textos (prosa e poesia) declamados, interpretados ou lidos. O livro dos alunos da FEUC é um e-book e pode ser achado em “www.feucnelblogspot.com” para os que desejarem conferir o valor das obras que enriqueceram o nosso sarau de hoje.

O poeta Erivelto Reis continua aquele com quem aprendemos a conviver por um bom tempo a partir da fundação do Poveb – delicadeza, respeito, educação e simplicidade. Difícil falar em Erivelto sem mencionar o saudoso Primitivo Paes, também assíduo frequentador do Poveb por um bom tempo, dada à forte amizade entre os dois. Primitivo foi lembrado várias vezes pelos alunos, que declamaram alguns de seus poemas, pelo poeta Erivelto Reis e por nós do Poveb através de mensagem que enviamos de Pucket, Tailândia, para o Rio no dia do seu falecimento, e de um concurso de poesia que realizamos em sua homenagem, de Hernani Bottega e Marcos Damasceno, também falecidos.

Tivemos ainda a relevante presença da poeta povebiana Celi Luz, que a todos encantou com textos do seu mais recente livro, “Em razão do amor”, que terá, oportunamente, também lançamento no Poveb. Quando a poesia encanta, o tempo passa sem que a gente perceba. Sobrando espaço para que as pessoas que comparecem apenas para ouvir os poetas e prosadores sejam chamadas e produzam depoimentos que nos surpreendem. Como foi o caso de Maria José e Ângela Regina, respectivamente, diretora e ex-diretora de escola, que em poucas palavras retrataram a difícil situação em que se encontra o ensino em nosso estado. Oportuna a intervenção em função dos futuros professores que vieram conhecer o Poveb, e, em função de informações que muitos de nós não tínhamos.

E, por fim, o registro de uma satisfação muito grande em contar com Rafael Poubel, Paulo Siqueira, Luiz Teles, Ângela Carrocino, Messody Benoliel, Mariana Freitas, José Anchieta, Roberto Castro e outros importantes nomes que não lembramos agora. Para dotar o evento da qualidade e da relevância que pode ser encontrada em muitos saraus pelo Rio, sendo o nosso um deles.

(Colaborador: Aluizio Rezende).

 

Comentário