ugg boots sale nike free 4.0 flyknit louis vuitton neverfull nike free run new balance schweiz ray ban clubmaster moncler skijacke canada goose herren lacoste schweiz ugg boots schweiz polo ralph lauren schweiz nike free flyknit ray ban outlet fred perry schweiz tommy hilfiger poloshirt barbour jacken woolrich arctic parka louis vuitton taschen louboutin zürich nike huarache

Conheça mais artistas que deram nome aos edifícios do Novo Leblon

 Começou na edição passada a série de textos que apresenta um resumo da história dos nomes dos edifícios, das ruas e do Condomínio em si, que este ano completa 39 anos de existência. Todos os prédios possuem esculturas de artistas adornando a entrada e são nomeados em referência a artistas italianos do período clássico. A seguir, descubra quem são as personalidades de dois edifícios do CNL: Ghirlandaio, na Rua Guimarães Rosa, 143, e Lucca Della Robbia, na Rua Fala Amendoeira, 454.

Ghirlandaio

O pintor Domenico Ghirlandaio nasceu em Florença em 1449 e morreu na mesma cidade, em 1494. Seus afrescos da colegiada de San Gimignano já demonstraram sua atenção para detalhes familiares. Em seu ateliê, muito frequentado, trabalharam notadamente seus irmãos David (1452-1525) que prosseguiu sua atividade e Benedetto (1458-1497), assim como Miguel Ângelo quando jovem. Seu filho Ridolfo destacou-se, sobretudo, como retratista. Domenico trabalhava com o pai numa oficina artesanal que fazia guirlandas e daí seu apelido, Ghirlandaio. Na imagem, Portrait of an Old Man with his Grandson, (c. 1490), do Museu do Louvre, em Paris.

Lucca Della Robbia

O escultor Luca Della Robbia nasceu em Florença em 1400 e morreu na mesma cidade, em 1482. Matriculou-se na Escola de Escultores local em 1432 e foi, com Brunelleschi, Masaccio, Donatello e Ghiberti, um dos pioneiros da renascença florentina. Foi em 1431 que recebeu a encomenda de uma das suas principais obras, Cantoria, para encimar a porta do norte da sacristia da Catedral de Florença. Fez ainda algumas esculturas de mármore, antes de se dedicar à terracota policrômica e esmaltada, inicialmente recebida com reserva, mas hoje considerada a mais representativa e sua obra. Na imagem, Nativity, da Galeria Nacional de Arte, nos Estados Unidos.

 

Comentário