ugg boots sale nike free 4.0 flyknit louis vuitton neverfull nike free run new balance schweiz ray ban clubmaster moncler skijacke canada goose herren lacoste schweiz ugg boots schweiz polo ralph lauren schweiz nike free flyknit ray ban outlet fred perry schweiz tommy hilfiger poloshirt barbour jacken woolrich arctic parka louis vuitton taschen louboutin zürich nike huarache

Ruas

O Novo Leblon está localizado na área de onze ruas, que levam aos edifícios, casas, escolas e comércio. São vias públicas conservadas pela Administração, com o apoio dos órgãos municipais. Saiba quem foram as personalidades que deram nome às ruas:

Rua das Brumas – CEP: 22793-540
Pequenina via onde está localizado o parquinho. Quem tiver informações sobre a origem do nome pode escrever para administracao@novoleblon.com.br.

Artur Licio Pontual – CEP:22793-510
Rua da entrada do Novo Leblon. Homenagem ao arquiteto pernambucano, que criou fama no Rio de Janeiro por seus projetos inovadores na construção civil.

Engenheiro Habib Gebara – CEP:22793-570
Uma das transversais a Alfredo Colombo. Homenageia um dos engenheiros que participou da construção do Condomínio Nova Ipanema.

Fala Amendoeira – CEP:22793-580
Rua do Di Duccio e do Lucca . O nome remete ao texto de Carlos Drummond de Andrade, que escreveu uma crônica para o Jornal do Brasil, na qual mandou que a amendoeira plantada em frente ao seu edifício falasse. O título acabou tornando-se o nome de um de seus livros. Quem passeia por essa rua percebe que nome melhor não poderia haver.

Flávio Carvalho – CEP:22793-600
Rua sem saída, transversal a Renato Paquet. Arquiteto e artista plástico, Flávio nasceu em Barra Mansa (RJ), no ano de 1899, tendo falecido em Valinhos (SP), no ano de 1973.
Na década de 50 ele parou São Paulo atravessando o Viaduto do Chá de saiote, traje que considerava mais apropriado para nossos dias quentes. Figura geradora de discussões, ele era, por temperamento, um vanguardista dos costumes, cujo Teatro de Experiência em São Paulo, em 1932, foi fechado devido à ousadia do espetáculo “O Bailado do Deus Mario”.

General Renato Paquet – CEP:22793-060
Via no limite com o condomínio Mandala, homenageia o oficial do Exército Brasileiro, cujas origens de família e tradições militares remontam à França, no século XVII.

Guimarães Rosa – CEP:22793-620
Rua do dos edifícios Ghirlandaio e Michelozzo. Homenagem ao escritor João Guimarães Rosa, nascido em Cordisburgo, Minas Gerais, um dos maiores escritores da literatura brasileira surgido depois de Machado de Assis. Embaixador de carreira, criou uma linguagem própria, fundindo o linguajar arcaico português (que possui muitos vestígios, ainda hoje, no interior do País) com a linguagem brasileira coloquial.
João Guimarães Rosa entrou fundo na alma do sertão deixando algumas obras primas como “Grande Sertão Veredas” e os contos de “Sagarana”, onde se encontra sua obra maior: “A Hora e a Vez de Augusto Matraga”.

Oscar Valdetaro – CEP:22793-670
A Rua do Clube. Trata-se de homenagem à memória de um arquiteto especializado em projetos de quartéis e edificações públicas

Paulo de Camargo – CEP:22793-680
Rua sem saída, transversal a Renato Paquet. Quem tiver informações sobre a origem do nome pode escrever para administracao@novoleblon.com.br.

Paulo Moreno – CEP:22793-690
Rua da igreja. Tributo ao radialista que ajudou a alavancar a audiência da Rádio Globo nos anos 1970.

Professor Alfredo Colombo – CEP:22793-700
Rua no limite do Novo Leblon com o condomínio Américas Park. Nascido em 1911, o paulista Alfredo Colombo formou-se em Educação Física e dedicou toda a sua vida ao esporte e à educação esportiva no Rio de Janeiro.

Desenvolveu brilhante carreira como atleta pelo Clube Tietê e, mais tarde, pelo Fluminense, tendo conquistado diversos títulos nacionais. Foi o criador e organizador dos Jogos da Primavera e dos Jogos Infantis patrocinados pelo Jornal dos Sports, com o apoio das Federações de Ginástica, Atletismo, Basquete e do Comitê Olímpico Brasileiro. Ocupou, ainda, por cerca de 12 anos, o cargo de Diretor da Divisão de Educação Física do MEC, tendo então lançado as Ruas de Recreio e os Centros de Educação Física. Alfredo Colombo faleceu em 1977.

Rino Levi – CEP:22793-720
A Rua da Bocha. O paulista Rino Levi (1901-1965) foi, sem dúvida, o maior arquiteto paulista e um dos melhores do Brasil, ombreando com os mestres Oscar Niemeyer e Lúcio Costa. Conceituado graças à aplicação da chamada arquitetura moderna, de que foi um dos seguidores no País, deixou inúmeras obras de destaque na arquitetura brasileira.